eteO esgoto sanitário parece um fluxo imenso de sujeira, mas na verdade, ele é composto 99% por água e possui somente 1% de material sólido. Por isso, com o tratamento adequado é possível devolver esta água limpa à natureza. Para realizar estes serviços, existem as Estações de Tratamento de Esgoto (ETE), que efetuam o tratamento das águas residuais e depois de lançarem o efluente líquido purificado em um corpo d’água, seguindo os padrões de qualidade obrigatórios da legislação.

Há vários tipos de ETEs, elas são dimensionadas pela sua eficiência em lidar com a quantidade de matéria orgânica presente no esgoto. Podendo utilizar desde tecnologias mais antigas, como a fossa séptica, como mais avançadas, como biorreatores com membranas. Sendo que em muitos casos, há uma combinação de processos de tratamento em uma série de operações individuais, com diferentes graus de eficiência, até se conseguir o nível desejado.

Níveis de Tratamento

O Tratamento de esgoto pode ser classificado em três níveis:

ete-2Preliminar

Neste tipo de tratamento, os resíduos sólidos grosseiros são removidos através de processos puramente mecânicos e, normalmente, automatizados. Como grades que coam os esgotos e bloqueiam os materiais que poderiam causar entupimentos e obstruções.

Primário

São os sistemas que usam decantadores, para separação, e bactérias, que se desenvolvem em ambientes anaeróbicos, para decomposição da matéria orgânica presente no esgoto.

Secundário

É o tratamento biológico, normalmente feito em tanques com grande quantidade de microrganismos aeróbicos.

Terciário

eteÉ onde ocorre a retirada de organismos patogênicos, para realizar a desinfecção.

No Rio Grande do Sul, a forma mais comum de tratamento nas estações é por carvão ativado. Que possui vários níveis de tratamento de forma complementar.

Destinação

A parte sólida que é retirada durante o processo de tratamento de esgoto é chamada de lodos de esgoto. Os lodos também são tratados, pois possuem grande número de patógenos e poluentes, depois disso são devolvidos à natureza.
A parte líquida, após atingir níveis de purificação adequados, deve ser disposta em um corpo hídrico receptor.
Para que uma Estação de Tratamento de Esgoto entre em funcionamento, ela precisa de uma Licença de Operação (LO) da FEPAM que, seguindo as diretrizes do CONAMA, vai garantir que o empreendimento respeite o meio ambiente.

eteA Desentupidora Porto Alegre RS

A Desentupidora Porto Alegre RS é comprometida com a sustentabilidade e o uso responsável dos recursos ambientais. Realizamos transporte e descarte de resíduos, focando primariamente na execução ecológica destes serviços. Possuímos todas as licenças e laudos de operação, equipamentos modernos e eficientes, e profissionais capacitados. Assim, nossos clientes podem ter tranquilidade ao contratar nossos serviços.

Contamos com atendimento 24 horas e orçamento gratuito.

No responses yet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.