dedetizadora

Antes de explicar o porquê de as empresas possuírem o nome de dedetizadoras, devemos compreender o porquê necessitamos desse tipo de serviço desde muito tempo.
Ao pensarmos em moscas, baratas, traças, mosquitos e cupins, logo nos vem à cabeça o conceito de praga. Porém, esse termo não pode ser empregado a todos esses bichos no geral.
Referimo-nos a pragas, portanto, como qualquer animal que seja multicelular e que possa causar, direta ou indiretamente, algum dano para a saúde do ser humano.
Estas pragas nos fazem mal desde tempos muito remotos, não apenas transmitindo doenças, mas também trazendo danos a objetos e estragando nossos alimentos.
Elas têm origem antes mesmo da nossa civilização, e o fato de serem prejudiciais se devem apenas ao desequilíbrio ecológico causado pelo ser humano, sendo que possuem, se estiverem controladas, benefícios ao meio ambiente.
Com a urbanização, o homem, com a falta de higiene, o acúmulo exagerado de lixo e a ausência de predadores naturais, trouxe um descontrole a população destes bichos, que não existiria em condições naturais.
Desde os séculos XI e XII temos retratos dessas pragas, que começaram, primeiramente, na Europa, Ásia e nas Américas, devido a modernização das sociedades urbanas.
Para controlar o problema, o homem resolveu adotar técnicas, como a utilização de inseticidas, sendo o mais popular e utilizado o organoclorado DDT, motivo pelo qual chama-se o ato de aplicar esse composto e de dedetizadoras as responsáveis por fazê-lo.

De onde surgiu o nome “dedetizadora”?

O composto utilizado para o controle dessas pragas chama-se Dicloro-Difenil-Tricloroetano, o DDT – utilizado desde os primórdios da Segunda Guerra Mundial para que os soldados se protegessem dos insetos.
A partir daí tem-se o nome dedetização e dedetizadora, que trata-se de uma organização responsável pelo controle e pela erradicação das pragas por meio de inseticidas.
Porém, o DDT é conhecido por ser altamente tóxico, sendo que foi proibido de ser utilizado pelos órgãos de saúde a mais de 20 anos, por causar danos não só a saúde do homem, mas também ao meio ambiente.

Qual o nome correto para serviços de “dedetização”?

Atualmente, o termo dedetização ainda é muito empregado, porém, o correto seria utilizar desinsetização, que não utiliza mais o composto tóxico utilizado antigamente.
Esse termo geralmente é utilizado para insetos como baratas, cupins, etc., e o termo desratização pode ser utilizado para o controle químico de ratos.

A importância dos programas de desinsetização

A dedetização ou desinsetização torna-se, então, importante meio de prevenção e controle de pragas, o que contribui para a saúde e o bem-estar do ser humano, impedindo esses bichos de entrarem em contato com nós por meio de alimentos, locais de trabalho e lazer e habitações.
O Controle Integrado de Pragas, conhecido como CIP, tem uma abordagem que inclui diversos níveis de intervenção, e pretende-se, por meio dela, aperfeiçoar as técnicas de controle de pragas incluindo critérios toxicológicos, ecológicos e econômicos.
Ele passa, portanto, por inspeção do local infectado, identificar e conhecer detalhadamente o tipo de praga, determinar a necessidade do controle, planejar as atividades a serem desenvolvidas, implementar medidas de controle e, por fim, supervisionar as medidas e os resultados obtidos.
Este tipo de serviço é realizado pela Desentupidora Porto Alegre – RS.

Categories:

No responses yet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.