cachorro-vira-lata-muito-fofoCarrapatos podem acabar com o seu sossego e com a paz do seu cachorro. Além do seu pet poder sentir muita coceira, ele também estará vulnerável a outras doenças que podem surgir depois da hospedagem desses ácaros. O Rhipicephalus sanguineus, mais conhecido como carrapato vermelho do cão, se alimenta do sangue dos animais e surgem com o aumento das temperaturas, normalmente do início da primavera até o final do verão. Eles são encontrados em áreas urbanas e também em parques. Um carrapato fêmea põe em média de 200 a três mil ovos por dia. Se existem cinco carrapatos no cão, por exemplo, é possível que tenham 95 no ambiente onde o animal vive (5% e 95% do total). Gatos têm menos chances de pegar carrapatos, pois se lambem muito e esses parasitas não conseguem grudar na pele deles com facilidade. Humanos, no entanto, são vulneráveis a carrapatos. Então, mesmo que o seu pet não tenha, fique atento e adote medidas de prevenção e controle de pragas.

É importante ressaltar que o carrapato vermelho do cão sobe paredes. Dessa forma, morar em um prédio não excluirá o cão nem sua casa de ser atacado. Não adiantará adotar medidas de controle de pragas somente no terreno, eles se escondem em muros, paredes e em vãos de madeira. O lugar que carrapatos menos frequentam é o chão. Programas de controle de pragas indicam a dedetização total do ambiente, sem o animal no local por cerca de 24 horas. Quem tem grama, deve dedetizar uma vez por mês o ambiente, e sempre manter limpo pois pode virar um ninho de carrapatos e de pulgas.

A dedetização deve ser realizada por uma empresa especializada em controle de pragas. Entre os itens fundamentais para o sucesso da desinfestação estão a escolha adequada do produto e da dosagem a ser utilizada no ambiente; o tratamento combinado do ambiente e do animal de estimação e aspiração de todo o ambiente para remoção dos ovos. Somente profissionais especializados em controle de pragas poderão analisar e identificar as necessidades de reaplicação dos produtos no ambiente e no animal.

controle-de-carrapato-no-cachorroComo remover carrapatos

Os carrapatos podem transmitir germes infecciosos, víricos e bacterianos, protozoários e neurotoxinas que produzem doenças graves. As conseqüências variam desde simples infecções locais a sintomas muito graves que, se não forem tratadas a tempo, podem causar a morte do animal. Ao primeiro sinal da presença de carrapatos contate uma empresa de controle de pragas para analisar o ambiente em que seu pet vive. E preste atenção nos cuidados que devem ser tomados na hora de retirar o carrapato de seu cachorro:

Utilize uma pinça sem corte ou luvas descartáveis.

Não é indicado matá-los, principalmente as fêmeas. O mais correto é colocar no álcool até que morram ou jogar no vaso sanitário.

Os carrapatos fêmeas (parasitas maiores), quando mortas, podem estar com ovos e, quando esmagadas, podem espalhar os ovinhos no ambiente.

Sobre nossa empresa

Preocupada com a saúde e bem-estar de sua família e pets, a Desentupidora Porto Alegre RS investe em conhecimento técnico de alta qualidade, o que faz com que seus colaboradores tenham maior know-how, e obtenham os melhores resultados no controle de pragas. A empresa exerce seus serviços com o orçamento completamente gratuito 24 horas por dia, 7 dias por semana. Entre em contato pelo fone (51) 3937-0633.

Categories:

No responses yet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.